Django Livre (2012)

Django-Livre-poster-12Nov2012

Jamie Foxx é Django, escravo nos Estados Unidos do século XIX, que acaba virando parceiro do caçador de recompensas Dr. King Schultz (Cristoph Waltz), após revelar suas habilidades como pistoleiro.

A dupla mata meio mundo, a serviço do governo, até se depararem com Calvin J. Candie (Leonardo DiCaprio), grande fazendeiro, dono da escrava Broomhilda Von Shaft, esposa de Django.

Mais um filme de Quentin Tarantino, com sua devida impressão digital.

Os diálogos, como sempre, são incríveis e o toque vintage que o diretor imprime a seus filmes, como o “zoom” da câmera em momentos chave e os “letreiros” de identificação de elementos em certas cenas estão todos lá.

O ritmo alucinado aliado à trilha sonora fantástica e às reviravoltas constantes (mais Tarantino) é a fórmula certeira para qualquer um achar que passou apenas meia-hora ao término de um filme que tem quase três.

Foxx está ótimo, mas quem definitivamente rouba a cena, a exemplo de em Bastardos Inglórios, é Cristoph Waltz, curiosamente interpretando um alemão outra vez (repetição que me pareceu mais uma fanfarronice de escritor/diretor).

Leonardo DiCaprio vai muito bem como “vilão”, palmas pra ele, fugindo cada vez mais do naipe Jack de Titanic.

“Django (o D é mudo) Livre” tem o padrão de qualidade e toda a imprevisibilidade de roteiro dos filmes de Tarantino. Você pode imaginar mil finais enquanto assiste, mas nunca vai adivinhar o verdadeiro.

Quantos filmes te desafiam assim?

TRAILER

http://www.youtube.com/watch?v=tivv135aGbc

Você também vai gostar de ver:

Leave a Reply

Pesquisar
Categorias
UserOnline
Parceiros